Justiça concede troca de nome a Angelina Jolie

Um juiz do condado de Los Angeles autorizou a atriz Angelina Jolie Voight a deixar de usar o sobrenome de seu pai, segundo documentos do tribunal. A atriz apresentou uma solicitação em 3 de julho, diante da corte de Santa Mônica, para que seu nome legal fosse igual ao artístico, Angelina Jolie.A atriz que ganhou um Oscar como melhor atriz coadjuvante em 2000 por Garota, Interrompida, mantém uma disputa pública com seu pai, o ator John Voight, e em julho solicitou divórcio do também ator Billy Bob Thornton, após dois anos de casamento.O advogado de Angelina, Michael D. Holtz, não respondeu aos telefonemas feitos na segunda-feira. Angelina, de 27 anos, também pediu a troca do nome de seu filho, para que seja chamado Maddox Chivan Thornton Jolie. O menino, cujo nome original era Rath Vibol, foi adotado recentemente no Cambodja.Em uma entrevista concedida o mês passado no programa de televisão Access Hollywood, John Voight, de 63 anos, disse ser culpado por grande parte dos problemas surgidos entre sua filha e o marido. O ator também admitiu que quando Agelina era um bebê ele teve relações extra-matrimoniais e logo depois abandonou sua família.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.