AFP PHOTO ANDGETTY IMAGES NORTH AMERICA
AFP PHOTO ANDGETTY IMAGES NORTH AMERICA

Júri do Festival de Cannes será majoritariamente feminino

Presidido por Cate Blanchett, corpo de jurados ainda contará com Kristen Stewart, Léa Seydoux, Ava Duvernay e outras personalidades do cinema

AFP

18 Abril 2018 | 10h44

O júri do Festival de Cinema de Cannes, presidido pela atriz australiana Cate Blanchett, será este ano majoritariamente feminino, com cinco mulheres e quatro homens, com destaques para as presenças das atrizes americana Kristen Stewart e francesa Léa Seydoux.

A diretora e roteirista americana Ava DuVernay e a cantora Khadja Nin (Burundi) completam a representação feminina.

Os quatro homens que integrarão o júri que definirá o vencedor da Palma de Ouro são o ator taiwanês Chang Chen e os diretores russo Andrei Zviaguintsev, canadense Denis Villeneuve e francês Robert Guédiguian.

O júri representa sete nacionalidades de cinco continentes, destaca um comunicado divulgado pela organização do Festival de Cannes, que ocorre de 8 a 19 de maio.

Blanchett, que sucede como presidente do júri o cineasta espanhol Pedro Almodóvar, será a 12.ª mulher a comandar o júri em 71 edições do festival e a primeira desde Jane Campion, em 2014.

A atriz de 48 anos, vencedora do Oscar, foi uma das primeiras celebridades a tomar posição contra o produtor Harvey Weinstein, acusado desde outubro do ano passado por agressão e estupro por várias mulheres, sobretudo atrizes.

"Após o escândalo Weinstein, o mundo não será o mesmo, o Festival de Cannes não será o mesmo", afirmou na semana passada o diretor geral do evento, Thierry Frémaux, ao anunciar a seleção oficial de filmes.

O filme de abertura do festival será Todos Lo Saben, do iraniano Asghar Farhadi, rodado em espanhol e protagonizado por Penélope Cruz, Javier Bardem e Ricardo Darín.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.