Jornalista passa mal com "Seom"

A produção coreana Seom (A Ilha), uma das 20 produções na disputar pelo Leão de Ouro, arrancou os primeiros gritos de horror desta 57.ª edição do festival. Em sua primeira exibição, uma jornalista da platéia gritou e pediu ajuda, dizendo que estava passando mal. O filme foi interrompido para que uma equipe socorresse a garota na sala. Ela não aguentou ver a cena em que personagens enfiavam anzóis na garganta e nas partes íntimas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.