Jóias e vestidos comandam a moda do Oscar

Antes da entrega do prêmio, uma concorrência pesada começa na chegada dos astros: os mais bem vestidos

Ubiratan Brasil, com agências internacionais,

08 Fevereiro 2022 | 18h26

Quando começar o desfile de estrelas no tapete vermelho, na noite deste domingo, 24, preste atenção no colar pendurado no pescoço de Penélope Cruz - formado por pedras diversas, está avaliado em US$ 200 mil. E, se a televisão ajudar, dê uma espiada no anel que Javier Bardem estará carregando: uma bagatela de US$ 5 mil.   Veja também: Os indicados ao Oscar 2008   Antes da entrega do Oscar, uma concorrência pesada é iniciada com a chegada dos astros: os mais bem vestidos e, principalmente, de que forma estarão vestidos.   Nos dias que antecedem a cerimônia, aumenta a movimentação de butiques e ateliês, assim como dos negociantes de jóias. "O tapete vermelho transforma-se no maior show fashion do planeta", acredita Patty Fox, coordenadora de vestuários da Academia de Hollywood.   A preparação envolve lances mirabolantes, todos guardados no mais profundo segredo - sabe-se apenas que as cores da moda são o amarelo brilhante, o cobalto e a púrpura. A expectativa é de um desfile sofisticado e elegante, com poucos vestidos reluzentes.   Alguns serão promocionais. É o caso da modelo Heidi Klum, esperada com um Galliano vermelho para lembrar os cuidados que as mulheres necessitam para cuidar do coração.   Nicole Kidman, que usou vermelho no ano passado, deverá aparecer com algo mais misturado. E a mesma Penelope Cruz, que surgiu com um Versace, é alvo de expectativa.   Apesar de tanto mistério e cuidado, derrapagens serão inevitáveis - mas nada comparável ao modelito ganso utilizado por Björk em 2001, ainda hoje o cúmulo do mau gosto, jamais alcançado.

Mais conteúdo sobre:
Oscar 2008

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.