Jóias de Maria Callas serão leiloadas

Jóias que pertenceram à famosa soprano Maria Callas serão leiloadas na Sotheby´s, conforme divulgou hoje a casa de leilões. A venda, que acontecerá em Genebra, na Suíça, em novembro, incluirá 11 peças dadas à diva da ópera por seu marido, o rico industrial italiano Giovanni Battista Meneghini, nos anos 1950. A mais cara das jóias é um anel de diamantes de 11,7 quilates que a Sotheby?s espera vender por algo em torno de US$ 120 mil e US$ 180 mil. Também serão vendidos um anel grosso de esmeraldas e diamantes estimado em US$ 140 mil; um broche de rubis e diamantes Van Cleef & Arpels, avaliado entre US$ 50 mil e US$ 80 mil; e um colar, também de rubis e diamantes, que a Sotheby?s espera ser vendido por algo em torno de US$ 140 mil. As jóias serão expostas em Nova York, Londres e Paris, antes da venda no Hotel Beau-Rivage, de Genebra, em 17 de novembro.Maria Callas deixou as jóias para um amigo quando morreu, em 1977, e essa pessoa, que Sotheby´s não quis identificar, decidiu vendê-las agora. A soprano se casou com Meneghini em 1949, mas ela depois o abandonou para ficar com o magnata grego Aristóteles Onassis, com quem ela teve um turbulento relacionamento até ele se casar com Jacqueline Kennedy, em 1968.

Agencia Estado,

05 de agosto de 2004 | 15h13

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.