Johnny Depp faz doação de US$ 1 milhão a hospital

No ano passado, filha do ator ficou internada no Great Ormond Street devido à doença infecciosa

ANSA,

08 de janeiro de 2016 | 17h02

O ator de Hollywood Johnny Depp fez uma doação de US$ 1 milhão (R$ 2 milhões) ao Great Ormond Street, hospital onde sua filha Lilly Rose, de oito anos, ficou internada no ano passado devido à doença infecciosa e quase morreu.   O ator entregou o dinheiro simbolicamente ao pessoal do hospital em uma cerimônia inesperada. No evento, Depp convidou médicos e enfermeiros para estréia de seu último filme, Sweeney Todd, que aconteceu na última segunda-feira, 14, em Londres.   "No ano passado, o ator viveu nove dias infernais, sem saber se sua filha mais velha continuaria vivendo. Durante mais de uma semana, esteve junto com sua mulher, Vanessa Paradis, ao lado da cama da menina, que permaneceu neste período em estado grave", destacou uma pessoa próxima.   "A doença da pequena Lilly Rose supostamente foi causada por uma infecção da bactéria E. Coli, contraída ao ingerir alimentos em mau estado. Ao que parece, em conseqüência disso teve problemas renais", explicou a mesma fonte.   Depp, considerado um dos atores mais ricos de Hollywood, recebeu apenas com a saga Os piratas do Caribe aproximadamente US$ 92 milhões.

Tudo o que sabemos sobre:
Johnny Depp

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.