Johnny Depp diz ter vencido batalha contra a Disney

O ator Johnny Depp, que volta a viver o capitão Jack Sparrow no filme Piratas do Caribe - o Baú da Morte, disse ter vencido uma "batalha" contra o estúdio Disney, que produziu o filme. Antes da estréia do longa metragem que deu início à série, Piratas do Caribe - A Maldição da Pérola Negra, executivos da Disney temiam que o ator tivesse feito uma interpretação exagerada do pirata."Eles estavam nervosos e eu acho que tinham uma certa razão porque eles tinham feito um investimento bastante grande no filme", disse Depp, em uma entrevista num hotel de Beverly Hills. "E daí eu apareci fazendo aquelas estranhezas e os assustei, mas agora eles estão um pouco mais compreensivos." Depp - que volta às grandes telas brasileiras no dia 21 de julho na pele do pirata - admitiu ter gostado de ver as preocupações do estúdio desaparecerem com o sucesso do primeiro filme nas bilheterias. "Foi bom conseguir ganhar a batalha com o estúdio porque a coisa toda era ´Você me contratou para fazer esse trabalho, esta é a minha área de trabalho. Você está se intrometendo nela e isso é incômodo", disse o ator de 43 anos.Elogios A interpretação do ator - que mereceu uma indicação ao Oscar - foi elogiada pelo colega Bill Nighy, que interpreta o arquiinimigo do pirata John Sparrow no filme."Não teria ocorrido a ninguém a não ser Johnny desempenhar esse papel dessa forma particular. É tão original, tão arguto", disse Nighy."Ele levou o filme para outro patamar", concorda Orlando Bloom, outro companheiro dos sets de filmagem. "Eram dois piratas fanfarrões mas ele realmente criou esse personagem fantástico que me deixou com a tarefa de interpretar o tipo do cara correto, heróico, que aparece mais no segundo filme", disse Bloom. No segundo filme, ele é o par romântico da mocinha Elizabeth Swan (Keira Knightley).O ator disse não tirar nenhum "prazer perverso" de ver os executivos do estúdio nervosos, mas reconhece que gosta de desafiar os limites estabelecidos e promete surpresas em uma eventual continuação da série. "Se o estúdio não está nervoso agora, espere até Piratas 3", brincou Depp.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.