Damian Dovarganes/AP
Damian Dovarganes/AP

Johnny Depp diz que teve química 'instantânea' com Penélope Cruz em Piratas do Caríbe

Longa é o segundo filme que a atriz espanhola e o ator americano gravam juntos. O primeiro foi 'Profissão de Risco'

Efe,

06 de maio de 2011 | 04h51

LOS ANGELES - O ator americano Johnny Depp disse nesta quinta-feira, 5, que a entrada de Penélope Cruz na saga "Piratas do Caribe" foi "uma grande ideia" do diretor Rob Marshall e confessou que a química com a atriz na filmagem do longa foi "instantânea".

 

Johnny Depp assumiu pela quarta vez o papel do pirata Jack Sparrow na sequência "Piratas do Caribe: Navegando em Águas Misteriosas".

 

Foi o segundo filme que Penélope Cruz e o ator americano gravaram juntos. Em 2001, eles fizeram "Profissão de Risco", quando a atriz estava ainda começando sua carreira em Hollywood.

 

"Quando nos vimos de novo foi como se tivéssemos terminado 'Profissão de Risco' alguns dias antes. Houve um clique instantâneo. Foi ideia de Rob Marshall contar com ela. Acho que ele me disse a consoante 'P' e eu disse: 'Grande ideia'", explicou Depp.

 

O diretor Rob Marshall, que trabalhou com Penélope Cruz no musical "Nine" (2009), elogiou muito a atriz espanhola.

 

"Ela (Penélope) é uma estrela internacional e, para dizer a verdade, foi a única pessoa na qual pensamos para fazer esse papel", disse o diretor.

 

Johnny Depp, alma da saga, confessou que após mais de oito anos de convivência com o personagem de Jack Sparrow, se sente muito conectado com ele, apesar de suas diferenças.

 

"Há parte de mim no capitão Jack e agora, felizmente

 

 ou não, há grande parte do capitão Jack em mim também", comentou o ator.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.