Johnny Depp critica política dos EUA

O astro de Piratas do Caribe Johnny Depp, filme que entrou em cartaz esta semana no Brasil, disse à revista alemã Stern, que os Estados Unidos são como um filhote de cachorro estúpido e bravo com dentes muito grandes, ridicularizando a guerra liderada pelos Estados Unidos no Iraque.O ator de 40 anos, que também atuou em Edward Mãos de Tesoura disse que vive muito mais feliz no sul da França com sua mulher, a atriz e cantora francesa Vanessa Paradis, e seus dois filhos, e que não gostaria de passar muito tempo em sua casa em Los Angeles."A América é estúpida, é como um filhote de cachorro estúpido que tem grandes dentes e pode te morder e te machucar", disse o ator."Minha filha tem quatro anos e meu menino tem um. Gostaria que vissem a América como um brinquedo, um brinquedo quebrado. Investigue-a um pouco, dê uma olhada, sinta isso e depois saia", disse Depp, que fez filmes como "Edward Mãos de Tesoura" e "Dead Man".O ator fez críticas severas à administração de George W. Bush por desaprovar a oposição francesa à guerra. Disse que ficou estarrecido ao ver que o nome das batatas fritas - que em inglês se chamam "batatas à francesa" - foram rebatizadas por "batatas da liberdade", na cafeteria da Câmara de Representantes de Washington, nos momentos de maior irritação do governo de George W. Bush com a negativa da França de participar da guerra.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.