VALERIEMACON
VALERIEMACON

Johnny Depp chega a acordo em batalha judicial com ex-representante

Em janeiro de 2017 o ator processou por 25 milhões de dólares a The Management Group (TMG), que acusou de ter administrado mal o seu dinheiro,

AFP

16 de julho de 2018 | 22h55

O ator Johnny Depp chegou a um acordo amistoso com a empresa que administrava suas finanças, encerrando uma batalha judicial com demandas milionárias de cada lado.

"Depp está satisfeito por ter chegado a um acordo com The Management Group", afirmou nesta segunda-feira seu porta-voz Robin Baum, que ressaltou que os detalhes são confidenciais.

"Johnny está decidido a tomar fortes medidas para proteger sua reputação pessoal e artística nos interesses de sua família e de sua carreira", acrescentou.

+ Johnny Depp é o ator mais bem pago do cinema, diz Forbes

Em janeiro de 2017 o ator processou por 25 milhões de dólares a The Management Group (TMG), que acusou de ter administrado mal o seu dinheiro, tomando empréstimos sem sua autorização e ocultando a piora de suas finanças.

+ J.K. Rowling defende Johnny Depp após acusações de violência

A TMG, com sede em Bervely Hills, também processou o ator por uma dívida não paga e destacou que os gastos desmedidos de Depp o levaram à beira da falência.

O acordo evitará um processo judicial midiático.

Mais conteúdo sobre:
Johnny Depp

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.