Johnny Depp afirma que ganha 'a vida com mentiras'

Galã diz que 'todos somos um pouco loucos' e assume que já sentiu vergonha de falar que era ator

Efe,

08 de janeiro de 2024 | 11h32

O ator americano Johnny Depp, de 44 anos, afirmou em entrevista à revista alemã Celebrity que ganha "a vida com mentiras". Ele disse que no início tinha vergonha de dizer que era ator, e, quando necessário declarar a profissão, dizia "que era carpinteiro, ou algo assim". O protagonista da trilogia Piratas do Caribe reconheceu que adora fazer papéis originais e marginais. Depp considera estes personagens "completamente normais". "Todos somos um pouco loucos. O que acontece é que alguns conseguem controlar melhor que outros", afirma o ator. O próximo filme de Johnny Depp, Sweeney Todd: O Barbeiro Demoníaco da Rua Fleet, estreará em fevereiro no Brasil. Após admitir que não suporta se ver na tela e que não vê "muitos" de seus filmes, Depp comenta que gostaria de fazer uma nova versão de Titanic ou "conseguir um papel de protagonista em um filme biográfico da vida de Zsa Zsa Gabor", ironiza.

Tudo o que sabemos sobre:
Johnny DeppPiratas do CaribeAtor

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.