Jodie Foster esnoba Cannes para trabalhar em thriller

Jodie Foster pulou fora do trabalho de presidente do júri do Festival Internacional de Cinema de Cannes, na França, em maio. A atriz alegou que há um problema de agenda e que agora tem um compromisso marcado para a época do evento. Ela acaba de aceitar o trabalho no filme Panic Room, de David Fincher, do qual Nicole Kidman desistiu recentemente, por conta de problemas de saúde (um ferimento no joelho). O festival começa em 9 de maio. A atriz disse que está muito triste de ter cancelado sua participação, mas que gostaria de ser presidente do júri em outra oportunidade. Sua mãe é francesa e ela foi educada em uma escola francesa de Los Angeles, portanto fala francês perfeitamente. Na França, é um dos nomes de Hollywood mais populares.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.