Jodie Foster diz que 'não se arrepende' de contratar Mel Gibson

A atriz e diretora Jodie Foster defendeu sua escolha por Mel Gibson para interpretar o papel principal de seu filme "The Beaver", garantindo que "não tinha arrependimentos" sobre a contratação do astro apesar dos problemas pessoais enfrentados pelo ator, que atrasaram o lançamento do filme.

KELLEY SHANNON, REUTERS

17 de março de 2011 | 12h09

"Obviamente todo tipo de coisa aconteceu depois que o filme havia terminado", disse ela durante uma sessão de perguntas na noite de quarta-feira, após a estreia do filme no festival South by Soutwest, em Austin.

"Eu definitivamente não tenho arrependimentos sobre o fato de ele estar no filme ou sobre sua atuação."

A estreia do filme de Foster nos Estados Unidos aconteceu alguns meses além do previsto no ano passado, apesar da expectativa de que "The Beaver" estaria competindo ao Oscar.

O atraso ocorreu depois que uma série de fitas de áudio foram divulgadas no site de celebridades Radaronline.com, com a voz de um homem, que muitos acreditam ser de Gibson, fazendo comentários racistas e machistas à sua ex-namorada Oksana Grigorieva.

Apesar dos problemas, Foster defendeu seu amigo de longa data na estreia de quarta-feira, e disse ao público que se sentia "incrivelmente grata" pela atuação de Gibson e não mudaria nada do filme.

"The Beaver" conta a história de um homem profundamente deprimido, Walter Black (Gibson), sua esposa (Foster) e seu filho adolescente (Anton Yelchin) que não compreendem o sofrimento do pai.

Um dia, Black encontra uma marionete de castor na lata de lixo, e quando coloca na sua mão, descobre que consegue se comunicar com mais facilidade através da voz do animal, que curiosamente, tem um sotaque londrino.

Tudo o que sabemos sobre:
FILMEFOSTERGIBSON*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.