Paul Drinkwater/NBC via AP
Paul Drinkwater/NBC via AP

Jimmy Fallon decepciona na apresentação do Globo de Ouro

Comediante até fez piadas sobre Donald Trump, mas, diante da contundência do discurso de Meryl Streep, elas soaram infantis

Agências Internacionais, Estado de S. Paulo

09 Janeiro 2017 | 11h01

Quando Lorenzo Soria, presidente da Associação de Imprensa Estrangeira de Hollywood, anunciou que Jimmy Fallon, do talk show The Tonight, seria o apresentador da 74ª edição do Globo de Ouro, despertou uma grande expectativa em relação à sua participação na cerimônia, especialmente por conta da eleição de Donald Trump. Na época do anúncio, Fallon disse na sua conta do Twitter: "Estou muito ansioso para passar um tempo com a Associação de Imprensa Estrangeira de Hollywood antes que Donald Trump decida deportá-la".

Mas as piadas que o comediante disse no domingo, 8, em relação ao presidente eleito, soaram infantis e sem o efeito esperado - especialmente se comparado ao inteligente e contundente discurso de Meryl Streep, que recebeu o prêmio Cecil B. DeMille por sua carreira.

"Aqui é o Globo de Ouro, um dos poucos lugares onde os Estados Unidos ainda honram o voto popular", falou. E comparou um dos vilões da série Games of Thrones, da HBO, ao presidente: "A série tem tantas reviravoltas e momentos difíceis. Muitas pessoas se perguntam como seria se o rei Joffrey tivesse vivido. Bem, em 12 dias, vamos descobrir".

Mas nem tudo foi um desastre - no número de abertura do Globo de Ouro, uma homenagem aos musicais a partir de La La Land: Cantando Estações (o grande vencedor da noite com sete prêmios), o comediante se saiu bem nas coreografias e na interação com os vários atores.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.