Jessica Alba perdoa a Playboy por foto na capa

A disputa entre Jessica Alba e a Playboy terminou. A atriz, de 24 anos, entrou com um processo pedindo que a revista tirasse de circulação sua edição de março - com uma foto sua na capa -, mas retirou a queixa depois que recebeu uma carta do fundador do império Playboy, Hugh Hefner, pedindo desculpas.Jessica não havia fechado um acordo para que sua foto aparecesse na capa, e ficou preocupada que os leitores pudessem achar que ela estava parcial ou totalmente nua nas fotos da revista. Na foto da capa, ela usa um biquíni com uma legenda ao lado, "As 25 celebridades mais sensuais". Seu porta-voz, Brad Cafarelli, disse ainda que a revista usou a imagem para promover o filme Mergulho Radical (2005), de John Stockwell, protagonizado pela atriz."Agradeço ao senhor Hefner por ter reconhecido a dor que causou com suas ações e estou contente por ter superado este evento incômodo", disse Jessica ontem, em uma declaração. "Essa história nunca teve a ver com dinheiro, fiz o que fiz porque algo foi feito sem o meu conhecimento ou consentimento", completou.A Playboy fez doações a duas das organizações caridosas que Jessica apóia, Keep A Child Alive e Until There´s A Cure. Brad Cafarelli se negou a revelar a quantidade doada, enquanto o porta-voz da revista, Lauren Malone, declarou: "Hef se sentiu mal por ter causado descontentamento em Jessica e se desculpou por tê-la ferido involuntariamente. Estamos felizes que o assunto tenha sido resolvido de maneira amigável".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.