Javier Bardem diz que não fica à vontade atuando em inglês

Ator espanhol diz que atuar no idioma estrangeiro é como dançar com as palavras

10 de setembro de 2010 | 13h20

 

Roma, 9 set (EFE).- O ator espanhol Javier Bardem, que está na Itália divulgando o filme "Comer, Rezar, Amar", no qual interpreta um brasileiro divorciado, disse que não se sente totalmente à vontade quando atua falando em inglês.

 

 

"Para mim, atuar em inglês é como dançar com as palavras, não me sinto totalmente cômodo", disse o ator, que ganhou um Oscar por sua atuação em "Onde os Fracos Não Têm Vez", em entrevista publicada pelo suplemento semanal "Il venerdì", do jornal italiano "La Repubblica".

 

 

Ao fazer um balanço de seus dez anos de Hollywood, desde que obteve sua primeira nomeação ao Oscar por "Antes que Anoiteça", de Julian Schnabel, Bardem disse que, em relação ao cinema europeu, os americanos têm algumas diferenças, mas "o trabalho de um ator é o mesmo em qualquer lugar. As angústias, a ansiedade e as dúvidas sempre são as mesmas".

 

 

Em "Comer, Rezar, Amar", Bardem vive o brasileiro Felipe, e protagoniza uma história de amor junto a Julia Roberts, que, após passar por Itália e Índia, viaja para Bali e encontra nele o último ingrediente de sua viagem interior.

 

 

"Vemos uma mulher e a um homem que se libertam do peso do passado e ao mesmo tempo encontram a paz interior. Mas para conseguir fechar as contas consigo mesmos, têm que encontrar outra pessoa na mesma situação, com o mesmo desejo de mudança. Só assim podem construir uma nova vida", disse o ator.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.