AP
AP

Javier Bardem apresenta o filme 'Miral' em Los Angeles

O polêmico filme do diretor Julian Schnabel estreia na próxima sexta-feira

Efe,

23 de março de 2011 | 15h13

LOS ANGELES - O espanhol Javier Bardem é o encarregado de apresentar na noite desta terça-feira em Los Angeles (Califórnia) o polêmico filme Miral, dirigido por Julian Schnabel, informou nesta terça-feira a edição digital do jornal Los Angeles Times.

Schnabel, o cineasta que levou Bardem a sua primeira indicação ao Oscar em Antes do Anoitecer, recebe dessa forma o apoio do ator pouco antes da estreia limitada do filme na próxima sexta-feira.

O ator participará de uma recepção posterior a exibição do filme, indica o jornal, mas não haverá uma entrevista coletiva, como ocorreu nas projeções prévias ao Oscar organizadas por alguns atores.

Bardem obteve então o reconhecimento de colegas de profissão como Julia Roberts e Sean Penn através desta estratégia, quando estes organizaram exibições do filme Biutiful para os acadêmicos antes da estreia no cinema.

Miral, um filme sobre o conflito palestino e baseado no romance homônimo da jornalista Rula Jebreal, percorre meio século de conflito no Oriente Médio através dos olhos de quatro mulheres palestinas.

A atriz protagonista é Freida Pinto, conhecida por seu papel em Quem quer ser um Milionário?".

A distribuidora é The Weinstein Company, que adquiriu os direitos no mês de junho antes de sua estreia mundial no Festival de Cinema de Veneza, explica a publicação.

Recentemente, a sede da ONU acolheu a estreia nos Estados Unidos do filme apesar dos protestos de Israel por considerar que o ato prejudica a credibilidade do organismo internacional.

Várias organizações judias acham o conteúdo do filme ofensivo devido a seu retrato dos israelenses.

Tudo o que sabemos sobre:
cinemaJavier Bardem

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.