Jamie Foxx diz que James Bond deveria ser negro

O ator Jamie Foxx criticou os produtores da série "James Bond", dizendo que o agente 007 deveria ser representado por um ator negro, segundo publicou o tablóide britânico "The Sun". Foxx, que divide as cenas com Colin Farrell no papel do detetive Ricardo "Rico" Tubbs em "Miami Vice", filme baseado na série homônima que liderou a bilheteria norte-americana na semana passada, disse que o rapper norte-americano P. Diddy seria uma ótima escolha. "Diddy teria feito um ótimo Bond"."Tem que aparecer um bond negro, eles (produtores da série "James Bond") têm que se adequar aos tempos atuais", afirmou o ator, que também se lançou como cantor e não deixou à desejar - liderou, em maio, com cinco indicações, o BET Awards 2006, evento do canal Black Entertainment Television (BET) dedicado a artistas negros, incluindo melhor intérprete masculino de R&B. Foxx ganhou, em parceria com Kanye West, os prêmios de melhor vídeo musical e melhor colaboração em vídeo musical por "Gold Digger", vídeo que já havia ganhado um Grammy em janeiro deste ano. "Cassino Royale", o novo filme da série "James Bond" é dirigido pelo britânico Martin Campbell e estrelado pelo britânico Daniel Craig. O longa é o 21.º da série protagonizada pelo agente a serviço de Sua Majestade britânica criado por Ian Fleming (1908-1964). A estréia nos Estados Unidos está prevista para novembro.

Agencia Estado,

07 de agosto de 2006 | 19h01

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.