Mario Anzuoni/Reuters
Mario Anzuoni/Reuters

James Franco se diz 'surpreso' por ser co-apresentador do Oscar

James Franco, que mal estava na lista dos atores de mais prestígio de Hollywood antes de ser chamado para o trabalho cobiçado de co-apresentar a próxima cerimônia de entrega dos Oscar, disse em entrevista que o convite o pegou de surpresa.

REUTERS

21 de dezembro de 2010 | 12h08

O ator de 32 anos disse à revista Entertainment Weekly que, quando o produtor do Oscar Bruce Cohen o convidou para ser o apresentador, com Anne Hathaway, da entrega dos prêmios mais importantes do cinema, em 27 de fevereiro, sua primeira reação foi dizer "não".

"Fiquei espantado, e minha reação inicial foi dizer 'não'", contou Franco na entrevista. "Mas depois refleti melhor e pensei: 'Por que não? Por que não ficarei bem? Não me importo'".

A hesitação por parte de seus representantes e outros que acharam má ideia, pelo fato de Franco ser visto como possível indicado ao Oscar de melhor ator (por sua atuação em "127 Horas"), o incentivou mais ainda.

"Então falei: 'Topo, é claro'. Porque a reação que os outros tiveram é baseada nas visão convencional sobre o que gera uma carreira boa. E isso pode ser chato, realmente chato", disse o ator à revista.

James Franco se tornou amplamente conhecido no papel de um vilão em "Homem Aranha 3", antes de ser indicado ao Globo de Ouro de melhor ator em 2008 por "Segurando as Pontas" e ser elogiado no mesmo ano pelo papel do namorado do personagem de Sean Penn, Harvey Milk, em "Milk - A Voz da Igualdade".

Tudo o que sabemos sobre:
FILMEFRANCOOSCAR*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.