Reprodução
Reprodução

Itaú Cultural lança plataforma gratuita de streaming de cinema

A partir de sábado, 19, o Itaú Cultural Play traz 135 títulos, com destaque para Glauber Rocha e Luiz Carlos Barreto 

Ubiratan Brasil , O Estado de S.Paulo

17 de junho de 2021 | 12h00

O projeto começou a ser elaborado há dois anos e preparado para estrear em uma data festiva: no sábado, 19, dia do cinema brasileiro, o Itaú Cultural lança sua plataforma de streaming, o Itaú Cultural Play. “É um dos nossos maiores projetos e se associa aos primeiros dias do Itaú Cultural, quando tecnologia e conteúdo com curadoria eram nosso foco”, comenta Eduardo Saron, diretor da instituição.

A plataforma, que é gratuita, estreia com um reforçado cardápio, com 135 títulos de todas as regiões do País, agrupados e organizados em uma grande diversidade de temas e mostras, que contemplam nomes conhecidos, diretoras, realizadores estreantes, autores negros e indígenas, entre outros.


Como abre-alas, o canal oferece sete filmes de Glauber Rocha, como a tríade de clássicos Deus e o Diabo na Terra do Sol, Terra em Transe e O Dragão da Maldade Contra o Santo Guerreiro. Outro destaque aposta em cinco longas com foco no futebol, que foram produzidos ou dirigidos por Luiz Carlos Barreto - destaque para o documentário Garrincha, Alegria do Povo, produzido por ele e dirigido por Joaquim Pedro de Andrade, e também Isto é Pelé, direção de Barreto ao lado de Eduardo Escorel.

Em seu cardápio, o Itaú Cultural Play vai reunir acervo de grandes festivais nacionais como o É Tudo Verdade, In-Edit e o Festival do Filme Documentário e Etnográfico de Belo Horizonte. A variedade continua com produções realizadas pela Festa Literária Internacional de Paraty (Flip), pela São Paulo Companhia de Dança, além dos institutos CPFL e Alana. Finalmente, o material exibido por dois canais de TV, Arte1 e TVE/Bahia, poderá também ser assistido.

“Queremos que nossa plataforma seja um Hub (concentrador) dos produtos destas instituições, favorecendo a divulgação, sem exigência de exclusividade”, comenta Saron, apostando na pluralidade artística. Para isso, o internauta receberá dicas do próprio acervo do Itaú Cultural para ampliar seu conhecimento. Exemplo: ao assistir a um filme sobre o encenador José Celso Martinez Correa, encontrável na série Iconoclássicos, a pessoa poderá acessar também a Enciclopédia Itaú, onde há um verbete sobre sua vida e obra.

Assista ao trailer de 'Deus e o Diabo na Terra do Sol':

“Trata-se de uma plataforma em evolução, que será constantemente alimentada com novas produções e ajustada de acordo com as demandas que virão dos espectadores e da produção audiovisual brasileira”, afirma Claudiney Ferreira, gerente do Núcleo de Audiovisual e Literatura da instituição.

O lançamento neste sábado é a primeira fase do projeto. “Em um segundo momento, haverá uma integração com o Itaú Cinema, que poderá acontecer no final de julho, e a terceira denominamos smart TV, que é nossa integração com outros streamings, como Apple TV, além de criadores de produto como Samsung, LG e outros”, observa Saron.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.