Italiano 'César deve morrer' vence Festival de Berlim

Longa é adaptação da obra 'Júlio César' de Shakespeare

AP,

18 Fevereiro 2012 | 20h34

 BERLIM - O Filme italiano "César deve morrer" foi o grande vencedor do festival de Berlim deste ano. Dos diretores Paolo Taviani e Vittorio Taviani, o filme que recebeu o Urso de Ouro é uma adaptação da obra "Júlio César", de Shakespeare, e foi interpretada por detentos da prisão de segurança máxima de Rebibbia.

Na obra, Shakespeare conta a conspiração para matar o ditador romano Júlio César em 44 a.C. No filme, permitiu que aos presos, alguns deles condenados à prisão perpétua por homicídio, falarem sobre os temas do poder, a morte e a traição com um grande realismo e energia.

Os irmãos Taviani, de 83 e 85 anos, já haviam se referido ao filme-documentário, como um "o relato da descoberta do poder da arte por homens que vivem uma tragédia, não apenas pelos delitos que cometeram, como pela vida dura na prisão".

O Festival de Berlim 2012 acontece no Berlinale Palast, e os vencedores dos Ursos de Ouro e Prata, os prêmios do Júri Internacional de Curtas Metragens, o prêmio Melhor Primeiro Filme, bem como o Prêmio Alfred Bauer são anunciados.

O Urso de Ouro, entregue para o vencedor na categoria de melhor filme pelo diretor britânico Mike Leig, que presidiu o júri internacional, foi escolhido entre 18 concorrentes. Entre os oito membros do júri estão o ator Jake Gyllenhaal e o diretor iraniano Asghar Farhadi.

 

Entre os favoritos ao prêmio máximo do festival, estavam além do vencedor "César deve morrer", dos irmãos Paolo e Vittorio Taviani; o alemão "Barbara", de Christian Petzold; a coprodução luso-brasileira "Tabu", de Miguel Gomes, e o filme canadense "War Witch", de Kim Nguyen.

 

O Urso de Ouro será exibido como filme de encerramento da Berlinale deste ano, após o encerramento da cerimônia.

O festival de Berlim é o primeiro do ano na Europa.

 

 Veja o trailer de 'César deve morrer' (legendas em inglês):

 

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.