AdVitam
AdVitam

Itália indica filme 'O Traidor' ao Oscar

A coprodução entre Itália, Brasil, Alemanha e França conta história do mafioso italiano Tommaso Buscetta

ANSA, Agência

24 de setembro de 2019 | 08h30

O longa O Traidor, do diretor Marco Bellocchio, foi indicado pela Itália para concorrer ao Oscar de melhor filme estrangeiro. A decisão foi anunciada nesta terça-feira, 25, pela Comissão de Seleções da Associação Nacional das Indústrias Cinematográficas Audiovisuais Multimídias (ANICA).

O filme narra a trajetória do mafioso italiano Tommaso Buscetta (1928-2000), que teve sua vida diretamente ligada ao Brasil e entrou para a história como o primeiro grande delator da Costa Nostra. Chefe do clã Porta Nuova, Buscetta fugiu para o Brasil duas vezes para escapar da guerra deflagrada pelos Corleone pelo controle da máfia e foi extraditado para a Itália nas duas ocasiões. Na segunda, passou a colaborar com a Justiça e deu informações inéditas sobre o funcionamento da Costa Nostra. Em 1985, foi mandado para os Estados Unidos, onde viveria até sua morte, em 2000, sob proteção do FBI.

"Estamos falando de um personagem muito polêmico: tem gente que gosta, tem gente que detesta, que o acha um grande traidor. Mas o filme não é a favor nem contra, simplesmente conta a história desse homem", disse, em entrevista à ANSA, Fabiano Gullane, da produtora brasileira Gullane.   

Com orçamento de 8 milhões de euros, longa é uma coprodução entre Itália, Brasil, Alemanha e França. O filme é estrelado por Pierfrancesco Favino, que interpreta Buscetta, e pela atriz brasileira Maria Fernanda Cândido, que dá vida a Maria Cristina de Almeida Guimarães, terceira esposa do mafioso e a quem é atribuída a decisão do italiano de colaborar com a Justiça.   

Entre as locações de O Traidor, estão uma casa no bairro de Santa Teresa e o Museu Aeroespacial (Musal), da Força Aérea Brasileira (FAB), no Rio de Janeiro. O anúncio das nomeações ao Oscar ocorrerá em 13 de janeiro de 2020, enquanto a cerimônia de entrega dos prêmios está agendada para 9 de fevereiro, em Los Angeles, nos Estados Unidos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.