<i>Proibido Proibir</i>, de Jorge Duran, é premiado em Goiânia

O longa Proibido Proibir, de Jorge Duran, ganhou R$ 30 mil de prêmio de melhor filme de ficção, R$ 5 mil por melhor ator (Alexandre Rodrigues) e R$ 5 mil por melhor montagem no 2º FestCine Goiânia. O Céu de Suely, de Karim Aïnouz, ficou com os prêmios de melhor direção, melhor atriz (Hermila Guedes) e melhor atriz coadjuvante (Zezita Matos), acumulando um total de R$ 30 mil. Neste fim de semana, Proibido Proibir, que integrou a 30.ª Mostra de Cinema de São Paulo, conquistou também o prêmio de melhor longa no 18.º Festival de Viña del Mar, no Chile. O Céu de Suely, além de O Maior Amor do Mundo, de Cacá Diegues, concorrem na mostra oficial do 28.º Festival do Novo Cinema Latino-Americano de Havana, Cuba.

Agencia Estado,

22 Novembro 2006 | 13h22

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.