RTVE
RTVE

Instagram tira do ar cartaz do novo filme de Almodóvar

O pôster de 'Madres Paralelas' mostra um mamilo derramando uma gota de leite; veja o trailer

Redação, AFP

10 de agosto de 2021 | 12h40
Atualizado 11 de agosto de 2021 | 16h59

O cartaz do novo filme do diretor espanhol Pedro Almodóvar, Madres Paralelas, que mostra um mamilo derramando uma gota de leite, foi do Instagram por desrespeitar as condições de uso, até ser publicado novamente pouco depois.

"Você deveria ter vergonha, Instagram", denunciou o autor do cartaz, o designer espanhol Javier Jaén, reproduzindo uma captura de tela da rede social, que explicou a retirada da imagem na segunda-feira por não respeitar suas regras de uso.

No pôster, vê-se o mamilo e a gota de leite dentro do contorno de um olho, sobre um fundo vermelho, dando ao conjunto a aparência de um olho derramando uma lágrima. 

"Como era de se esperar @instagram retirou o cartaz que fizemos para o último filme de Almodóvar #madresparalelas. Vou postar de novo. Obrigado por compartilhar", insistiu o designer, que voltou a publicar a arte em sua conta no Instagram, onde ainda permanecia nesta terça-feira. 

O Instagram, que pertence ao grupo Facebook, é regularmente acusado de exagerar na remoção automática de imagens, no âmbito de sua política contra conteúdo pornográfico. 

Procurado pela AFP, a produtora de Almodóvar não quis comentar o ocorrido.

Madres Paralelas estreia em 10 de setembro nos cinemas espanhóis. Antes, porém, abrirá o 78.º Festival de Cinema de Veneza, que acontece de 1º a 11 de setembro.

Veja o trailer de Madres Paralelas, novo filme de Almodóvar

 

Posicionamento do Facebook:

“Em um primeiro momento, removemos diversos conteúdos com essa imagem por violar nossas regras de nudez. No entanto, abrimos exceções para permitir a nudez em certas circunstâncias, incluindo quando há um contexto artístico claro. Portanto, restauramos as publicações que compartilham o pôster do filme de Almodóvar no Instagram e lamentamos qualquer transtorno”, um porta-voz do Facebook.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.