Janine Moraes
Janine Moraes

Inspirado em canção de Renato Russo, filme 'Eduardo e Mônica' ganha prêmio internacional

Longa dirigido por René Sampaio e protagonizado por Alice Braga e Gabriel Leone foi eleito Melhor Filme Estrangeiro no Edmonton Film Festival; veja o trailer

Redação, O Estado de S.Paulo

07 de outubro de 2020 | 11h49

O filme Eduardo e Mônica, dirigido por René Sampaio e inspirado na canção de Renato Russo, ganhou no domingo, 4, o prêmio de Melhor Filme Estrangeiro no tradicional Edmonton Film Festival, no Canadá. 

Dedicado a filmes independentes e plurais, o festival canadense é realizado desde 1986 e qualifica curtas-metragens para o Oscar e seleciona produções que futuramente serão candidatos ao Oscar de Melhor Filme Internacional. Em 2016, por exemplo, o evento programou todos os cinco indicados ao prêmio de Melhor Filme Estrangeiro, juntamente com Moonlight, que venceu na categoria de Melhor Filme.  

Mesmo durante o período de pandemia, o Edmonton Film Festival foi um dos poucos a ser realizado de forma presencial, com o filme sendo exibido em salas de cinema. “Essa foi uma exigência dos produtores para que o filme participasse de festivais. Desde o início da pandemia o filme foi convidado para diversos festivais que tiveram edições online, mas foi obrigado a declinar dos convites  até sua estreia comercial nas salas do Brasil” explica René Sampaio, em informe da assessoria. 

Rodado em Brasília, no Rio de Janeiro e na Chapada dos Veadeiros e com previsão de estrear nos cinemas em 2021, Eduardo e Mônica, como está na letra da música do Legião Urbana, conta uma história de amor que teria poucas chances de dar certo. Mônica (Alice Braga) é estudante de medicina e Eduardo (Gabriel Leone) é aquele rapaz que adora novelas e futebol de botão. Eles nada têm em comum, cada um com seus objetivos de vida, por isso mesmo terão de  superar as muitas diferenças para viver um grande amor, na Brasília dos anos 1980.

O roteiro é assinado por Matheus Souza, em parceria com Claudia Souto, Michele Frantz e Jéssica Candal.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.