AP
AP

'Inglorious Basterds' leva Angelina e Pitt ao tapete vermelho

Com Brad Pitt no elenco, première do filme de Quentin Tarantino reúne o célebre casal em Hollywood

Da Redação,

11 de agosto de 2009 | 14h30

A pré-estreia do mais novo filme do diretor Quentin Tarantino, Inglorious Basterds, contou com a presença do casal mais famoso de Hollywood no tapete vermelho do Grauman's Chinese Theatre: Angelina Jolie num arrasador vestido de couro preto e Brad Pitt de óculos escuros e cavanhaque.

 

O filme, que teve sua première em Hollywood na noite de segunda, 10, deve estrear no Brasil no dia 21.

 

Inglorious Basterds é o filme de guerra do cineasta norte-americano Tarantino, diretor de Kill Bill: Volume 1 e Volume 2 e de Pulp Fiction - Tempo de Violência, filme que ganhou o Globo de Ouro, a Palma de Ouro em Cannes e o Oscar de Roteiro (com Roger Avary).

 

A história se passa na França ocupada pelos nazistas durante a 2.ª Guerra, onde um grupo de soldados judeus americanos, conhecidos como The Basterds espalha o terror no 3.º Reich torturando e matado os nazistas com brutalidade.

Angelina Jolie acompanha o marido Brad Pitt na première de "Inglourious Basterds". Foto: Reuters

 

O filme, que tem Brad Pitt no elenco, rendeu à interpretação de Christoph Waltz como um implacável caçador de nazistas, o prêmio de melhor ator em sua estreia mundial no Festival de Cannes em maio deste ano. O casal Angelina e Pitt também arrasou no festival, em meio aos rumores de separação.

 

O crítico do Estado Luiz Carlos Merten assistiu à exibição. Leia o que ele escreveu sobre Inglorious Basterds:

 

"O filme divide-se em capítulos, com muita música ‘roubada’ de faroestes macarrônicos. Uma das mais conhecidas é o tema de Um Dólar Furado, com Giuliano Gemma, aliás, Montgomery Wood. O clímax passa-se num cinema de Paris, onde ocorre a pré-estreia de uma obra de propaganda nazista, a que o próprio Adolf Hitler vai assistir. O plano, não apenas de Brad, mas também de uma garota judia que quer vingar o massacre de sua famílias no capítulo inicial, é explodir o cinema com o fuhrer dentro. É importante destacar que a metafórica explosão do cinema é impulsionada por um agente muito especial. Em vez de explosivos, Tarantino usa a boa e velha película, que, como você sabe - o celuloide -, é inflamável.  O cinema é o tema de Inglorious Basterds e o que Tarantino faz é buscar novas formas de narrar/homenagear/plagiar os autores de segunda categoria que são seus ídolos. Não há como negar que o começo é divertido, mas depois... Espere para ver, já que o filme será distribuído no Brasil pela Universal".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.