Indicação é uma credencial no currículo, diz Meirelles

O diretor Fernando Meirelles é cético quanto às suas chances de receber, amanhã, a estatueta de melhor diretor: Peter Jackson, da trilogia O Senhor dos Anéis, é franco favorito. A indicação, pelo menos, já é uma credencial no currículo. Para ele, que já tem trabalho para os próximos três anos, a montagem de Daniel Rezende é a que tem mais chance de vencer. Meirelles, no entanto, não se conforma com o descaso governamental com a situação de Cidade de Deus, o bairro, como mostra no acréscimo que fez à seguinte entrevista, realizada por e-mail. Estado - Qual o real proveito que você conseguiu com a indicação para melhor diretor?Fernando Meirelles - O carinho dos amigos e dos familiares. Fora isso, nada deve mudar nos próximos três anos, pois já estou comprometido. No futuro, quando Cidade de Deus tiver sido esquecido, ter essa credencial no currículo poderá me ajudar." target=_blank>

Agencia Estado,

28 de fevereiro de 2004 | 05h31

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.