<i>Homem-Aranha 3</i> supera venda antecipada de ingressos

Quase duas semanas antes da estréia, a venda antecipada de ingressos para Homem-Aranha 3 superou a registrada nos filmes anteriores do super-herói.Segundo informações divulgadas na segunda-feira pelo site Movietickets.com, empresa especializada em venda de ingressos pela internet, o volume de compras é três vezes superior ao do filme anterior, Homem-Aranha 2. No caso do Fandango.com, a venda de entradas para Homem-Aranha 3 é quatro vezes mais rápida que a do filme de 2004.Após a estréia mundial em Tóquio no último dia 16, o terceiro filme da série de aventuras do super-herói chegará às telas americanas dia 4 de maio. Espera-se que a história, que estréia quase simultaneamente nos principais mercados internacionais, seja um dos maiores sucessos de bilheteria da temporada.Homem-Aranha 2 arrecadou US$ 784 milhões e foi a terceira maior bilheteria de 2004. Desde a estréia do primeiro filme do super-herói, em 2002, a saga arrecadou mais de US$ 1,6 bilhão no mundo todo.Críticas Por outro lado, as primeiras críticas ao filme chegam junto com as notícias de seu possível sucesso econômico. A revista Variety, uma das principais publicações da indústria cinematográfica, diz na manchete que a última história da saga "decaiu"."Após uma melhora significativa no segundo filme, o novo capítulo decai tanto em qualidade como em espetacularidade", afirma Todd McCarthy em sua crítica, embora acrescente que isso não causará danos ao possível sucesso econômico. Piratas em PequimOs piratas cinematográficos chineses atacaram outra vez: Homem-Aranha 3 já está sendo vendido nas ruas de Pequim, quase duas semanas antes de sua estréia nos EUA.Os DVDs piratas, que custam pouco mais de US$ 1 dólar, parecem ser do filme real e incluem em sua capa uma foto do herói no novo figurino preto de aranha que ele usa em parte do filme. Há até mesmo um aviso na contracapa, impresso em chinês, contra a pirataria do produto.Mas quando a cópia pirata comprada nesta terça-feira foi colocada no aparelho de DVD, ela não funcionou. Esse é um problema comum dos DVDs de fabricação chinesa, que freqüentemente são produzidos com equipamentos baratos em locais inadequados.As primeiras cópias pirateadas de grandes filmes de Hollywood às vezes são filmadas nos cinemas, de modo que é possível ver pessoas passando diante da tela ou ouvir pessoas do público tossindo.Cinema caroOutros DVDs exibem filmes totalmente diferentes dos que são anunciados em suas capas. A China vem sendo alvo de inúmeras queixas dos EUA à Organização Mundial do Comércio porque aparentemente Pequim não age para combater a pirataria.O governo chinês diz que leva o problema a sério, mas enfrenta uma série de obstáculos, tais como convencer o grande público a não comprar cópias falsificadas."Ir ao cinema para assistir a filmes custa caro demais", reclamou um morador de Pequim, Duan Nana. "É por isso que tantas pessoas correm para comprar DVDs piratas e vê-los em casa. Isso é muito comum e é muito lógico."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.