Humor e nudez com Jack Nicholson e Diane Keaton

Diane Keaton aparece nua e Jack Nicholson mostra o derrière em Alguém Tem Que Ceder, que estréia amanhã nos cinemas da cidade. São apenas alguns segundos de exposição, em diferentes momentos do filme. Mas é tempo o bastante para perceber que nenhum dos dois está em grande forma. De qualquer modo, as cenas não têm como objetivo produzir excitação. A idéia é fazer humor. E isso acontece, bem ou mal.A diretora Nancy Meyers escreveu o roteiro pensando nos dois atores. Nicholson faz o papel de um executivo da indústria fonográfica, um playboy sessentão, solteiro convicto e namorador obstinado - praticamente o papel que ele também desempenha na vida real. Seu alvo preferido: as jovens mulheres. Diane interpreta a mãe de uma das namoradas do personagem. Ela é uma dramaturga cinquentona, divorciada e conformada com sua abstinência afetiva. Eventualmente, os dois acabam se envolvendo e a relação toma rumos inesperados.Embora fale sobre temas que estão na ordem do dia, como o amor na maturidade, os preconceitos com relação aos mais velhos e outros assuntos relacionados, os nus da dupla romântica e as cenas de amor entre eles - e com os jovens Keanu Reeves e Amanda Peet, também no elenco - acabaram monopolizando as discussões em torno do filme. No último Festival de Berlim, onde Alguém Tem Que Ceder foi exibido na condição de hors-concours, as perguntas sobre a questão da velhice e do nu chegaram a irritar a temperamental Diane. Ela acabou soltando um palavrão e tanto no desabafo que encerrou a entrevista coletiva. "Eu não estou mais agüentando. Estamos aqui há horas, vocês são duzentos, nós somos apenas cinco. E fazem perguntas estranhas, sem sentido... Eu quero ir embora daqui. Estou cansada, p...!"Ao assistir o filme, pode-se pensar que se fez muito barulho por nada. Afinal, não é a primeira vez que Nicholson mostra seu traseiro - mostrou muito mais do que isso em outras ocasiões. E nunca cogitou usar um dublê de corpo. "Tenho muito orgulho de minha bunda", disse ele, na mesma ocasião. Mas Diane tem um precedente na carreira que contribuiu para chamar a atenção dos repórteres e críticos. Nos anos 60, ela se recusou a integrar o elenco de Hair, musical famoso por celebrar os valores da geração "flower power" e pela cena final em que um grupo de hippies dança completamente nu. Na época, a então jovem Diane Keaton não quis expor seu belo corpo nu no palco, o que não a impediu de rever a decisão várias décadas mais tarde. "Li o roteiro, sabia que havia um nu, a cena estava dentro de um contexto e era engraçada", respondeu ela, na mesma coletiva do festival de Berlim. "Eu sabia que o público ia rir às minhas custas e encarei o desafio. Foi só isso", disse Diane.Para além das questões do nu, Alguém Tem Que Ceder fala sobre a chegada da maturidade e tudo que isso envolve. Para dois atores que tiveram seus dias de glória e ainda conseguem emanar muito charme, Diane e Nicholson encaram o envelhecimento de maneira muito natural. "Naturalmente, envelhecer traz problemas", disse ela, a respeito do assunto. "Para mim, está sendo bastante natural. Apenas sinto-me feliz de estar viva". Com seu característico desdém, Jack encara a coisa com mais humor. "Estou me sentindo muito bem; tirei uma soneca, tomei alguns copos de vinho... Nada mal, não posso reclamar."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.