Hulk faz favela do Rio 'adorar' tiroteio, diz jornal britânico

Para 'The Guardian', filmagem mostra mudança em favela antes controlada por traficantes.

BBC Brasil, BBC

07 de novembro de 2008 | 09h55

"O tiroteio se intensifica em uma favela do Rio - e os moradores adoram", anuncia reportagem publicada nesta quinta-feira pelo diário britânico The Guardian, relatando o início das filmagens, na cidade, da seqüência do filme Hulk."Em algum momento nesta semana, um colosso musculoso de cara feia vestindo um jeans violeta apertado invadirá uma favela no topo de um morro no Rio de Janeiro e levará os moradores a buscarem cobertura para se proteger", diz a introdução da reportagem.O jornal comenta que cenas como essa podem não parecer estranhas "em uma cidade onde quadrilhas de traficantes fortemente armadas se envolvem em freqüentes guerras campais", mas que neste caso o invasor em questão terá "pele verde fosforescente e atenderá pelo nome de Incrível Hulk".Segundo a reportagem, a gravação do filme demonstra a transformação sofrida pela favela Tavares Bastos, no sul do Rio, que há sete anos era controlada por traficantes e que hoje está se tornando "uma resposta da favela a Hollywood".O Guardian observa que a situação do local começou a mudar em agosto de 2000, quando forças especiais da polícia invadiram um cassino abandonado no alto da favela e o transformaram em seu quartel-general no local, levando os traficantes a abandonarem a região."Hoje as forças especiais do Rio usam a área para treinamento, e a comunidade é considerada tão segura que se tornou a escolha de locação para diretores brasileiros e produtores de novelas", afirma a reportagem.O jornal relata que o ator Edward Norton, que fará o Hulk, visitou a favela no sábado e que, segundo a imprensa brasileira, "não havia nenhum segurança à vista".A reportagem comenta ainda que antes de servir como locação para o novo filme do Hulk, a favela de Tavares Bastos já havia servido de cenário para o filme Tropa de Elite, além de um documentário da BBC apresentado pelo produtor dos Beatles, George Martin, e um videoclipe de Snoop Dogg.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.