Homens de Hollywood também choram

Sean Penn, Jude Law, Paul Newman, Laurence Fishburne, Hayden Christensen e Benício del Toro são alguns dos astros de cinema que posaram sua fragilidade para a fotógrafa britânica Sam Taylor-Wood que inaugura hoje sua nova exposição na galeria londrina White Cubea. A mostra inclui a nova série de Cryind Men (Homens Chorando), em que Sam escolheu apenas ícones da masculinidade hollywoodiana para serem clicados em diferentes estados de crise emocional. Também serão exibidos trabalhos da série Self-Portrait Suspended (Auto-Retrato Suspenso), em que Sam é vista aparentemente flutuando sobre o chão do seu estúdio em Londres.Apesar de serem de artistas famosos, as fotos não retratam essas celebridades de maneira usual, mas mostram esses atores sendo dirigidos pela fotógrafa para criarem uma performance emocional. Philip Seymour-Hoffmann, por exemplo, pode ser visto sentado na beira de sua cama com uma expressão melancólica. O astro Paul Newman cobre sua emoção com uma das mãos e Laurence Fishburne é flagrado às lágrimas com uma auréola de luz sobre sua cabeça. Com esta série de fotos, Sam Taylor-Wood examina a vulnerabilidade masculina, do mesmo modo que fez recentemente com o jogador de futebol David Beckham, no vídeo David, em que ela mostra o capitão da seleção inglesa dormindo por mais de uma hora. A mostra é a primeira da artista em Londres desde 2002 e fica aberta até 4 de dezembro.

Agencia Estado,

29 de outubro de 2004 | 19h07

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.