Homem que tentou chantagear Tom Cruise é achado morto

Investigadores falam em suicídio; caso envolvia fotos do casamento do ator.

Marcelo Crescenti, BBC

07 Outubro 2001 | 15h38

Um homem que admitiu tentar extorquir mais de US$ 1 milhão do ator Tom Cruise foi encontrado morto em sua casa no Estado americano do Arizona. Segundo investigadores, David Hans Schmidt, de 47 anos, cometeu suicídio. Schmidt podia pegar dois anos de cadeia em um caso envolvendo fotos do casamento do ator americano com a atriz Katie Holmes na Itália. Segundo sua advogada, Nancy Kardon, Schmidt estava sob prisão domiciliar e deveria se declarar culpado em audiência no dia 11 de outubro. Ela informou que planejava pedir liberdade condicional para seu cliente. Schmidt, preso em julho, é conhecido por chantagear celebridades com fotos e vídeos comprometedores. Alega-se que ele contactou repetidamente representantes de Cruise e ameaçou vender as fotos da festa de casamento do ator no mercado negro se não recebesse entre US$ 1,25 milhão e US$ 1,35 milhão. No passado Schmidt teria tentado vender os diários da socialite Paris Hilton. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.