Divulgação
Divulgação

Homem é morto durante sessão de 'Cisne Negro' na Letônia

Vítima, de 42 anos, estava comendo pipoca, aparentemente muito devagar quando levou um tiro no cinema

Estadão.com.br,

22 de fevereiro de 2011 | 15h15

Um homem foi atingido por um tiro e morreu, aparentemente por comer pipoca muito devagar durante uma sessão de Cisne Negro. O longa indicado ao Oscar é um filme psicológico sobre o mundo do Ballet. Natalie Portman aos poucos perde o controle pela pressão da performance em Swan Lake.

 

A vítima, Aigars Egle, de 42 anos deve ter argumentando sobre o quão lento ele estaria comendo sua pipoca. Egle levou um tiro de Nikolajs Zikovs, de 27 anos, um advogado e graduado da academia de polícia do país. Zikovs foi preso após o disparo. Egle não morreu na hora, mas em consequência de seu ferimento.

 

O último incidente de "fúria no cinema" ocorreu na Inglaterra quando um adolescente jogou água sanitária em um mulher depois que ela pediu para ele ficar quieto durante uma sessão de Harry Potter e o Enigma do Príncipe em 2009. O agressor foi sentenciado a um ano de detenção.

 

O tiro na sessão de cinema ocorreu no último sábado, 19, à tarde na central de cinema multiplex da capital da Letônia, Riga. Os crimes na Letônia, são relativamente raros, informa o Telegrafh. Um porta-voz da Fox não foi encontrado para comentar o incidente.

Tudo o que sabemos sobre:
'Cisne Negro'Letôniamorte

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.