Reprodução
Reprodução

Hollywood ressuscita as artes marciais de Bruce Lee

Produtor americano levará à tela'O Silêncio da Flauta, história criada pelo lendário ícone das artes marciais

EFE,

16 de abril de 2010 | 18h26

O produtor americano Paul Maslansky levará à grande tela "O Silêncio da Flauta", uma história criada pelo lendário ícone das artes marciais Bruce Lee antes de sua morte em 1973, informou nesta sexta, 16, a revista "Variety".

 

Será a segunda vez que Maslansky revisita esta obra de Lee depois da realização de "Círculo de Prata" em 1978, embora desta vez ele tenha prometido que o filme "honrará a concepção artística e filosófica de Lee".

 

"O Silêncio da Flauta" será uma aventura épica de artes marciais que alcançará "novos níveis de ação jamais vistos em uma filmagem" dessa disciplina de luta de origem asiática, explicou Maslansky, cujo filho Sasha adaptará o roteiro para o cinema.

 

"Círculo de Prata", nome usado para a obra no final da década de 70, conta a odisseia de um jovem artista marcial que compete pelo direito de ser escolhido para ir atrás do "Livro do Conhecimento", que está com um mago. Embora a luta não seja vencida, ele vai igualmente cumprir a missão.

 

O filme contou ainda com David Carradine e Christopher Lee.

Anteriormente, Paul Maslansky produziu "A Casa da Rússia", "O Mundo Fantástico de Oz" e a saga de comédias "Loucademia de Polícia".

Mais conteúdo sobre:
Bruce Lee

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.