Hollywood faz filme sobre vazamento de informações da CIA

O estúdio Warner Bros. Pictures está desenvolvendo um filme sobre as vidas de Valerie Plame e Joseph Wilson, o casal de Washington no centro de um escândalo envolvendo informações vazadas da CIA, anunciou na sexta-feira o jornal especializado Daily Variety.O estúdio, que pertence à Time Warner, obteve os direitos sobre a história do casal e vai utilizar também o livro de memórias de Plame, Fair Game, que deve ser lançado no final deste ano pela editora Simon & Schuster, pertencente à Viacom.O fato de Plame ser agente da CIA foi vazado em 2003, depois de seu marido Wilson, antigo embaixador, ter acusado a administração Bush de manipular informações de inteligência para montar seu argumento em favor da guerra no Iraque.A investigação subseqüente, que durou três anos, para averiguar o responsável pelo vazamento de sua identidade resultou num processo criminal contra o ex-assessor vice-presidencial Lewis "Scooter" Libby, que foi acusado de mentir para os investigadores.Um júri está decidindo o destino de Libby, acusado de duas instâncias de falso testemunho, duas de fazer declarações falsas e uma de obstrução da Justiça. Se for considerado culpado, ele pode ser condenado a até 30 anos de prisão e multa de US$ 1,25 milhão (R$ 2, 50 milhões).Ninguém foi acusado de identificar Valerie Plame intencionalmente.O filme será produzido por Akiva Goldsman, roteirista premiado com o Oscar de Uma Mente Brilhante, Jerry Zucker, produtor das comédias Apertem os Cintos, o Piloto Sumiu e Corra que a Polícia Vem Aí, e sua mulher, Janet Zucker.O casal Zucker conheceu Plame e Wilson porque os quatro participam de um lobby em favor das pesquisas com células-tronco, disse o Daily Variety.O roteiro é de Jez e John Butterworth, que recentemente terminaram de escrever para o diretor Spike Lee um filme sobre o falecido ícone do soul James Brown.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.