Hollywood faz contagem regressiva para o Globo de Ouro

Hollywood começa nesta terça-feira a contagem regressiva para o Globo de Ouro, com uma lista de futuros ganhadores cada vez mais nítida graças às pistas oferecidas por prêmios da crítica que vêm sendo entregues recentemente.A cerimônia de entrega dos prêmios acontece no próximo dia 15 de janeiro. No dia 23, o público ficará sabendo os indicados ao Oscar, cuja premiação acontece só no fim de fevereiro.Enquanto isso, os prêmios de menor importância concedidos pelas diferentes associações de críticos e profissionais nesta temporada quase diariamente são considerados as melhores pistas dos futuros ganhadores.Dreamgirls - Em Busca de um Sonho, com Beyonce Knowles, e Os Infiltrados parecem ser os favoritos do Oscar, e ambos também são fortes concorrentes à vitória nos Globos de Ouro, os prêmios concedidos pela Associação da Imprensa Estrangeira em Hollywood nas categorias drama e comédia ou musical.Ao lado destes dois aparece o ambicioso drama multicultural Babel, que também desponta com chances apesar da falta de apoio das bilheterias e das críticas que variam da qualificação de obra prima à classificação como meros fogos de artifício.O filme se impôs no domingo no Festival de Palm Springs (Califórnia), que considerou seu diretor, o mexicano Alejandro González Iñárritu, o melhor do ano. O elenco conta com Brad Pitt e Cate Blanchett.Dado o pequeno tamanho desta localidade no meio do deserto, o festival pode parecer provinciano, mas muitos dos seus habitantes são aposentados da indústria com direito ao voto na Academia de Artes e Ciências Cinematográficas, que concede o Oscar.Outro mexicano que ganhou apoio para o Oscar neste fim de semana é Guillermo del Toro e seu O Labirinto do Fauno.Almodóvar O filme obteve em Nova York o prêmio de melhor filme do ano da Sociedade Nacional de Críticos de Cinema, um prêmio que aumenta suas chances de vitória nos Globos de Ouro, onde é candidato como melhor filme em língua estrangeira, ao lado do espanhol Volver.O filme de Pedro Almodóvar é um dos preferidos da crítica americana mas, ao contrário de outras ocasiões nas quais o cineasta espanhol fez parte da temporada de prêmios, com Tudo Sobre Minha Mãe ou Fale Com Ela, Volver não vem arrasando a concorrência.No caso de Penelope Cruz, o triunfo da espanhola na categoria de melhor atriz nos Globos de Ouro parece impossível diante da onda de vitórias da britânica Helen Mirren, que vem ganhando todos os prêmios da crítica por sua atuação em A Rainha.No entanto, a presença de Penelope na lista de indicadas ao Oscar parece estar garantida por seu trabalho em Volver.A lista de candidatas ao prêmio de melhor atriz é a única que se repete várias vezes em cada cerimônia de premiação e junto a Cruz e a Mirren aparecem Meryl Streep por Diabo Veste Prada; Kate Winslet por Pecados Íntimos e Judi Dench por Notas Sobre um Escândalo.DiCaprioPor outro lado, está em aberto a lista de melhores atores do ano, onde a presença de Leonardo DiCaprio é certa, apesar de não saberem por qual filme: Os Infiltrados ou Diamante de Sangue.O anúncio na terça-feira dos indicados ao prêmio do Sindicato de Diretores, que é um dos melhores indicadores para o Oscar, e na quinta-feira do Sindicato de Roteiristas, esclarecerá as dúvidas antes do final da semana.Entre elas, o futuro de dois dos filmes aclamados pela crítica: Cartas de Iwo Jima de Clint Eastwood e Vôo United 93, sobre os atentados terroristas de 11 de setembro de 2001.Apesar de sua crueza quase documentária e da ausência total de estrelas em seu elenco, a obra de Paul Greengrass ganhou força com os numerosos prêmios conseguidos em Nova York e Washington.Porém, até o momento Vôo 93 brilha por sua ausência entre os agraciados em Hollywood, seja pelos profissionais, seja pelos críticos.No caso de Cartas de Iwo Jima, a vitória nos prêmios do National Board of Review e da Associação de Críticos de Los Angeles o tornam um digno candidato a melhor filme do ano, embora nos Globos de Ouro concorra como melhor filme em língua estrangeira, já que foi filmado em japonês, mas não poderá concorrer ao Oscar nessa categoria.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.