Divulgação
Divulgação

'Hoje Eu Quero Voltar Sozinho' é o filme brasileiro no Oscar

Longa de Daniel Ribeiro está na briga para disputar uma vaga para concorrer a melhor filme estrangeiro

Flavia Guerra, O Estado de S. Paulo

18 Setembro 2014 | 10h36

O filme Hoje Eu Quero Voltar Sozinho, de Daniel Ribeiro, vai representar o Brasil na disputa para uma vaga entre os cinco finalistas a Melhor Filme Estrangeiro do Oscar 2015, que será realizada em 22 de fevereiro em Los Angeles.

O anúncio foi feito na manhã de quinta-feira (18), pela ministra da Cultura Marta Suplicy, na Cinemateca Brasileira, em São Paulo.

O longa bateu outros 17 concorrentes como Entre Nós, de Paulo Morelli, Serra Pelada, de Heitor Dhalia, Não Pare na Pista: a Melhor História de Paulo Coelho, de Daniel Augusto, O Lobo Atrás da Porta, de Fernando Coimbra, O Menino e o Mundo, de Alê Abreu, Praia do Futuro, de Karim Aïnouz, Tatuagem, de Hilton Lacerda, entre outros.

"Esse é um filme universal, pois trata de um período da vida, da adolescência, de maneira delicada. Além de ser muito bem realizado. É lindo!", disse a ministra Marta Suplicy. Diana Almeida, produtora de 'Hoje Eu Quero Voltar Sozinho', afirma que vai lançar o longa nos Estados Unidos no dia 7 de novembro. "É um período ótimo para lançar nos EUA, pois é exatamente a mesma época em que os votantes da Academia começam a ver os filmes", declarou Diana.

"É uma honra ter o 'Hoje Eu Quero Voltar Sozinho' sendo o filme escolhido para representar o Brasil na tentativa de uma vaga no Oscar. Eu fico muito feliz que um filme independente, que retrata a vida de um personagem cego e gay, seja o filme que vai representar o Brasil. Mais especial ainda que aconteça em um momento como o que vivemos agora, em que a homofobia e os direitos dos homossexuais estão sendo discutidos exaustivamente. Espero que essa indicação possa contribuir um pouco com o debate", declarou o diretor Daniel Ribeiro ao Estado.

A comissão brasileira foi formada pelo diretor Jeferson De, o jornalista Luís Erlanger, o presidente do conselho da Televisão América Latina (TAL), Orlando Senna, o ministro do Departamento Cultural do Ministério das Relações Exteriores, George Torquato Firmeza e a Coordenadora-geral de Desenvolvimento Sustentável do Audiovisual da SAV/MinC, Sylvia Regina Bahiense Naves.

A partir de agora, a produção do filme escolhido deve começar a chamada campanha para o Oscar, que consiste, além do envio da cópia do filme para a Academia de Cinema de Hollywood, em ações promocionais nos Estados Unidos, como anúncios oficiais na revista Variety, exibições para votantes e formadores de opinião, debates, entre outros.

Em dezembro, será divulgada uma pré-lista dos finalistas da categoria, com nove títulos. A lista final, com os cinco finalistas, deverá ser divulgada em janeiro de 2015, quando a lista geral de indicados também for anunciada. Entre os filmes já escolhidos por outros países, estão longas como o panamenho Invasion, de Abner Benaim, o boliviano Forgotten (Olvidados), de Carlos Bolado, o mexicano Cantinflas, de Sebastián del Amo, o turco Winter Sleep, de Nuri Bilge Ceylan, vencedor do Festival de Cannes 2014, entre outros.

Veja o trailer de Hoje Eu Quero Voltar Sozinho:

Confira a lista dos filmes já indicados por seus respectivos países na categoria:

Beloved Sisters – Alemanha

The Dark Valley – Áustria

Matar um Homem – Chile

Cowboys – Croácia

Tangerines – Estônia

Concrete Night – Finlândia

The Golden Era - Hong Kong

White God – Hungria

The Light Shines Only There – Japão

Rocks in My Pockets – Letônia

Never Die Young – Luxemburgo

Jhola – Nepal

1001 grams – Noruega

Timbuktu – Mauritânia

Cantinflas – México

Ida – Polônia

The Japanese Dog – Romênia

See You in Montevideo – Sérvia

Force Majeure – Suécia

Winter Sleep – Turquia

Libertador – Venezuela

Mais conteúdo sobre:
Cinema Oscar Filme brasileiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.