Chris Pizzello/AP - 27/02/11
Chris Pizzello/AP - 27/02/11

História do site Wikileaks pode virar filme

Companhia de Steven Spielberg comprou os direitos autorais de dois livros

Estadão.com.br,

02 de março de 2011 | 14h12

O estúdio do diretor Steven Spielberg, DreamWorks, comprou os direitos autorais dos dois principais livros sobre o site Wikileaks e seu fundador, Julian Assange: WikiLeaks: Inside Julian Assange's War on Secrecy, dos jornalistas David Leigh e Luke Harding, e Inside Wikileaks: My Time with Julian Assange at the World's Most Dangerous Website, de Daniel Domscheit-Berg, segundo informações do site Deadline.

A ideia é que seja realizado um filme investigativo, nos moldes de Todos os Homens do Presidente, que conta a história do caso Watergate, que derrubou o presidente norte-americano Richard Nixon. Executivos da companhia estariam entusiasmados com as aquisições pois poderão trabalhar com diversos ângulos da história. Eles, no entanto, ainda não encontraram um roteirista para fazer o roteiro cinematográfico baseado nas duas obras.

O site WikiLeaks foi responsável pela divulgação de dezenas de milhares de documentos secretos e telegramas diplomáticos que, segundo Washington, prejudicou os interesses norte-americanos no exterior, incluindo os esforços de paz.

Além do filme de ficção, o Wikileaks será tema de um documentário financiado e distribuído pela Universal Pictures e dirigido por Alex Gibney. A HBO e a BBC também negociam um filme que seria em parte baseado no artigo da revista New Yorker No Secrets: Julian Assange’s Mission for Total Transparency, escrito por Raffi Khatchadourian. Outro documentário sobre o tema, WikiLeaks: War, Lies and Videotape, será distribuído pela Zodiak.

Tudo o que sabemos sobre:
WikileaksSpielbergJulian Assange

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.