Hilary Swank briga contra multa na Nova Zelândia

Hilary Swank, vencedora do Oscar de melhor atriz deste ano por seu papel como uma boxeadora em Menina de Ouro, vai brigar com as autoridades neozelandesas, por causa de uma multa de US$ 150 que recebeu da alfândega do país por levar frutas em sua mala.Hilary foi multada em 200 dólares de Nova Zelândia (US$ 150) em 15 de janeiro, depois de não declarara que levava uma maçã e uma laranja em sua mala, ao chegar no Aeroporto Internacional de Auckland, informou o jornal local Sunday Star Times.A atriz pediu que seus advogados se apresentem na próxima semana ante ao tribunal do distrito na cidade de Manukau, para apelar da multa, informou o jornal em sua edição de hoje.Milhares de visitantes que chegam a cada à Nova Zelândia são multados por não declararem que levam vários produtos em suas malas, como frutas, cuja importação é proibida. O porta-voz do Ministério de Agricultura e Recursos Florestais, William Minchin, disse ao jornal que centenas de pessoas apelam das multas.Do mesmo modo que a Austrália, a Nova Zelândia está praticamente livre das pragas que atingem a agricultura. O país tem regras restritas de quarentena para impedir que essas pragas entrem em seu território.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.