Heath Ledger é elogiado, críticos especulam sobre Oscar póstumo

O ator Heath Ledger foi muito elogiadopela crítica australiana na sexta-feira por sua derradeiraatuação, no papel de Coringa no novo filme sobre Batman. Oselogios alimentaram especulações sobre a possibilidade de umraro Oscar póstumo. Críticos de cinema australianos falaram que a performancedo ator foi "loucamente hipnótica" e lançou sombra sobre todosos outros atores em "O Cavaleiro das Trevas", que teve umapremière em Sydney na quinta-feira, antes de sua estréiamundial em Nova York, em 14 de julho. "Despedida hipnótica do Coringa", escreveu o crítico GarryMaddox, do Sydney Morning Herald, dizendo que o filme deixaráregistrado o brilho do ator de 28 anos que morreu em janeiro,em seu apartamento em Manhattan, de uma overdose acidental demedicamentos. David Stratton, do jornal The Australian, disse que aatuação de Ledger como "um vilão inesquecível, genuinamenteassustador" foi um cruzamento entre Marlon Brando e JamesCagney, com uma pitada de Edward G. Robinson. A editora de cinema do Daily Telegraph, Vicky Roach, disseque há uma intensidade mórbida no interesse suscitado pelaatuação final de Ledger, mas que "seu triunfo na criação de umdos vilões mais memoráveis da história recente do cinema deveser comemorado". A atuação intensa de Ledger no papel do Coringa já lhevaleu aplausos de colegas de elenco e críticos internacionais,tornando-o favorito improvável para a conquista póstuma de umOscar de melhor ator coadjuvante, em fevereiro. Ele foi indicado ao Oscar de melhor ator em 2006 pelo papelde caubói gay em "O Segredo de Brokeback Mountain". "Se há um movimento em favor de dar a Ledger o primeiroOscar póstumo de ator desde que Peter Finch o conseguiu por'Rede de Intrigas', de 1976, estou dentro", escreveu o críticode cinema da Rolling Stone, Peter Travers. Finch, que nasceu na Inglaterra mas foi criado naAustrália, morreu de enfarte aos 60 anos durante o período devotação do Oscar e é até hoje o único ator a ter recebido oprêmio após sua morte, embora vários Oscars póstumos tenhamsido dados em outras categorias. Mas a história não está do lado de Heath Ledger. Cincooutros atores indicados postumamente ao Oscar não o receberam. James Dean foi indicado duas vezes à estatueta de melhorator após sua morte, e Spencer Tracy, Massimo Troisi, RalphRichardson e Jeanne Eagels também foram indicados, mas nãopremiados.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.