Johannes Eisele / AFP
Johannes Eisele / AFP

Harvey Weinstein vai enfrentar nova acusação de abuso sexual

Julgamento do ex-produtor segue agendado para 9 de setembro no tribunal de Manhattan

Redação, AFP

23 de agosto de 2019 | 10h56

O produtor de cinema Harvey Weinstein, que responde a dois processos por agressão sexual em Nova York, terá uma nova audiência na próxima segunda-feira, 26, para ser informado sobre uma nova denúncia apresentada contra ele, informou nesta quinta-feira a promotoria da cidade americana.

O porta-voz do promotor deste caso não revelou o conteúdo desta terceira acusação contra Weinstein, que foi o centro do movimento contra o assédio sexual #MeToo.

Ainda de acordo com o comunicado, apesar desta nova denúncia, o julgamento do ex-produtor segue agendado para 9 de setembro no tribunal de Manhattan.

Harvey Weinstein, de 67 anos, é acusado desde outubro de 2017 de abusos sexuais, que vão desde assédio a estupro, por mais de 80 mulheres, incluindo muitas celebridades.

Apesar da longa lista de denúncias, apenas dois casos foram levados a julgamento em Nova York, um relacionado a um estupro em 2013 e outro por uma felação forçada em 2006.

Na semana passada, um advogado de Weinstein confirmou que o promotor havia solicitado a um grande júri que validasse uma nova acusação contra seu cliente para incluir as acusações de uma terceira mulher.

Segundo a imprensa americana, seria a atriz Annabella Sciorra, que participou da série Família Soprano.

Numa entrevista à The New Yorker publicada em 2017, Sciorra, que agora tem 59 anos, acusou Weinstein de estuprá-la em sua casa no início da década de 1990.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.