Divulgação
Divulgação

Harry Potter 7 estreia em Londres

'Harry Potter e as Relíquias da Morte: Parte 1' chega aos cinemas no dia 19

Mike Collett-White - Reuters,

11 de novembro de 2010 | 12h40

LONDRES - O sétimo e penúltimo filme de Harry Potter tem sua estreia mundial em Londres nesta quinta-feira, 11, com outra grande arrecadação prevista para a Warner Bros., apesar de o estúdio não ter conseguido preparar a versão em 3D a tempo.

 

Veja também:

video Assista a chegada dos atores no tapete vermelho

 

Os jovens astros britânicos Daniel Radcliffe, Emma Watson e Rupert Grint, que interpretam, respectivamente, Harry, Hermione e Ron, são aguardados no tapete vermelho para Harry Potter e as Relíquias da Morte: Parte 1, que chega aos cinemas no dia 19.

 

A Warner decidiu dividir o último livro de J.K. Rowling sobre Harry e suas aventuras mágicas em dois filmes, depois que os primeiros seis arrecadaram espantosos 5,4 bilhões de dólares nas bilheterias mundiais.

 

No entanto, a lucrativa franquia ainda não deve ultrapassar a barreira do 1 bilhão de dólares com uma única produção, e o lançamento em 3D seria certamente uma garantia desse marco, disseram especialistas.

 

"Acho que a questão 3D deve ser uma grande decepção para a Warner Bros", disse Andreas Wiseman da Screen International.

 

Ele acrescentou que Relíquias da Morte: Parte 1 poderá superar 1 bilhão de dólares nas bilheterias mundiais sem o efeito em três dimensões, e a franquia terá outra oportunidade de lucrar com o 3D no lançamento de Relíquias da Morte: Parte 2 em julho do próximo ano.

 

Em Relíquias da Morte: Parte 1, Harry, Ron e Hermione embarcam em uma missão para encontrar e destruir o segredo para a imortalidade e a destruição do maléfico Lord Voldemort -- as Relíquias.

 

O trailer do filme sugere que será uma mistura das conhecidas cenas espetaculares de ação e um roteiro cada vez mais sombrio, temperado com intrigas entre os amigos Harry e Ron.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.