Mike Blake/Reuters
Mike Blake/Reuters

Halle Berry diz que seu Oscar de melhor atriz não serviu para nada: 'A desigualdade continua'

Atriz falou sobre a falta de oportunidade das mulheres negras em Hollywood

Reuters

29 de junho de 2017 | 17h01

LOS ANGELES - Halle Berry, a única negra a receber um Oscar de melhor atriz, disse que sua vitória de 2002 acabou sendo insignificante, e Michelle Rodriguez, estrela de Velozes e Furiosos, afirmou que pode deixar a franquia de filmes de ação se os cineastas não "mostrarem algum amor pelas mulheres.

Os comentários de ambas foram um chamado à realidade para as mulheres de Hollywood na quarta-feira, ainda que a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas dos Estados Unidos tenha dito que convidou mais 298 mulheres a se filiarem na tentativa de melhorar a diversidade na organização responsável pelo Oscar.

"Aquele momento realmente não significou nada. Não significou nada. Eu achava que significava algo, mas acho que não significou nada", disse Halle sobre seu prêmio de quinze anos atrás à editora da revista Teen Vogue, Elaine Welteroth, em uma entrevista por vídeo no festival Cannes Lion divulgada na quinta-feira.

A atriz disse ter chegado a essa conclusão perturbadora em 2016, quando todos os 20 indicados ao Oscar foram brancos, o que desencadeou uma campanha em defesa de maior igualdade racial na premiação.

"Fiquei profundamente ofendida com aquilo, e triste com aquilo", afirmou Halle, acrescentando que o fato a levou a desejar dirigir e produzir para criar mais oportunidades para atores negros.

Já Michelle, que interpreta o par romântico de Vin Diesel em cinco dos oito filmes da bem-sucedida série Velozes e Furiosos, insinuou estar disposta a abandonar o papel da corredora de rua Letty Ortiz por causa da maneira como as mulheres são retratadas.

"Espero que eles decidam mostrar algum amor pelas mulheres da franquia no próximo (filme), ou posso ter que dizer adeus a uma franquia querida".

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.