Halle, a mais bela, faz comercial contra racismo

Depois de ganhar um Oscar no ano passado, a atriz Halle Berry foi eleita a mulher mais bonita do mundo e estrela, ao lado de importantes artistas negros de Hollywood, uma série de comerciais de TV contra o racismo.A atriz de comemorou ontem o resultado de uma pesquisa da revista britânica Eve, que a apontou como a mulher mais bonita do mundo. Mais de 30% dos leitores votaram nela. Catherine Zeta-Jones ficou em segundo, com 18% dos votos. Halle, de 36 anos, depois de atuar no último filme da série de James Bond, pode ser vista nos cinemas brasileiros no filme X-Men. Ela ganhou o Oscar do ano passado por A Última Ceia.Halle é o destaque dos comerciais que promovem a arrecadação de dinheiro para a construção de um memorial em homenagem ao reverendoMartin Luther King Jr. No comercial, ela é levada para a "seção das pessoas de cor" no fundo de um restaurante. Já o famoso meteorologista Al Roker, da emissora de TV NBC, áparece em uma academia de ginástica sem conseguir achar nenhuma esteira quenão esteja marcada com a placa "somente para brancos". A idéiaé mostrar a importância do movimento de liberdades civis dosanos 60 e as conquistas sociais decorrentes do trabalho delíderes como o reverendo, que foi assassinado em 1968. A campanha pretende arrecadar US$ 40 milhões para um monumentono espaço de um ano e meio. O projeto, a um custo total de US$100 milhões, vai ser erguido em Washington, D.C., perto doMemorial Franklin D. Roosevelt. Mais informações podem serconseguidas no web site http://www.mlkmemorial.org/.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.