Gwyneth Paltrow diz estranhar Nova York

A atriz Gwyneth Paltrow disse que desde a morte de seu pai, há um ano, tem sido difícil para ela permanecer em Nova York. O pai da atriz, Bruce Paltrow foi produtor e diretor de televisão mas um câncer na garganta o matou aos 58 anos de idade."Adoro Nova York, e no fundo do meu coração sempre serei uma garota novaiorquina, mas a cidade é um lugar muito diferente sem meu pai para sair e tomar um café", disse Gwyneth à revista Vogue na sua edição de outubro."Estranho minha casa", disse a atriz ganhadora do Oscar por Shakesperare Apaixonado. Gwyneth, que fez 31 anos no sábado, disse que passa cerca da metade de seu tempo em Londres e que em meados deste ano viajou pela Escócia, Austrália, França e Espanha. Seu noivo, Chris Martin, cantor do principal grupo de rock britânico Coldplay."Quando acontece algo tão terrível como a morte do pai, começamos a redefinir tudo", disse a atriz, afirmando que quer ficar perto de quem gosta e viajar. Seu filme mais recente, Sylvia, em que interpreta a poeta Sylvia Plath, estréia em 17 de outubro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.