Guy Ritchie fala sobre Madonna e seu novo filme, 'Revolver'

O diretor Guy Ritchie parecia estarmuito à vontade num hotel caro em Beverly Hills, cheio deentusiasmo sobre seu filme mais recente, "Revolver," queestréia em algumas cidades dos EUA na sexta-feira. Ele está casado há mais de 20 anos com Madonna, uma dasmaiores cantoras pop e criadoras de tendências do mundo, masRitchie não parece se impressionar com grifes. Falando com sotaque operário londrino, ele comentou suavida com Madonna e seu filme "Revolver", história de gângsteresexistencialista estrelada por Jason Statham e Ray Liotta. Pergunta: Qual é o segredo de um casamento feliz entrepessoas do showbusiness? Resposta: Ignorar o que dizem e escrevem sobre você. P: Mas Madonna acaba de assinar um contrato imenso com aempresa de concertos Live Nation, supostamente valendo mais de120 milhões de dólares por dez anos. Você sente que suacarreira fica à sombra da dela? R: Ela tem a carreira dela, e eu tenho a minha. Fazer oque? Ela é Madonna. P: Os críticos foram duros quando você recriou "DestinoInsólito" com ela. R: É mesmo? Eu achei que nosso remake ficou ótimo. P: Quem é que manda na casa de vocês? R: Confesso que somos como qualquer outro casal. P: Quer dizer que quem manda é ela? R: Isso mesmo. P: Vocês têm planos de adotar mais crianças? R: Sobre isso você vai ter que falar com a chefona. P: Seu novo filme, "Revolver," saiu há dois anos naGrã-Bretanha mas só agora está sendo lançado nos EUA. É verdadeque você teve que reeditá-lo radicalmente? R: Não radicalmente. Cortei dez minutos -- uma história queapenas ilustrava o que tinha acontecido antes e que pareciaconfundir as pessoas. P: Como você descreveria "Revolver?" R: Não vá assistir a não ser que você se interesse porfilmes cabeça. Se você for pensando que vai ver outro "Snatch-- Porcos e Diamantes" ou uma coisa leve e divertida, vai sedecepcionar. P: Este é o terceiro filme que você faz com Jason Statham(os outros dois foram "Snatch" e "Jogos, Trapaças e Dois CanosFumegantes"). Por que você gosta tanto de trabalhar com ele? R: Eu curto Jason e ele entendeu o conceito do filme, quenão é algo fácil. P: Ray Liotta faz várias cenas em que ele aparece outotalmente nu ou usando apenas cueca ou sunga. Você precisouforçar a barra para convencê-lo? R: Ele não tinha entendido que passaria tanto tempo com ocorpo exposto, e ao longo do filme a gente o vê pouco a poucoperdendo uns 10 quilos de gordura. Refizemos algumas tomadasdele na cama, e se você olhar com cuidado perceberá que, de umpouco acima do peso, ele passou para super em forma em poucascenas.

IAIN BLAIR, REUTERS

07 de dezembro de 2006 | 13h44

Tudo o que sabemos sobre:
FILMERITCHIEENTREVISTA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.