AP
AP

Guy Ritchie diz que ama Madonna, mas a acha 'uma retardada'

O cineasta britânico Guy Ritchie disse que ainda ama a ex-mulher Madonna, definida por ele como retardada, informou hoje a imprensa americana.

EFE

07 de outubro de 2009 | 18h16

 

O diretor de filmes como "Snatch" (Porcos e Diamantes), de 2000, e "Sherlock Holmes", que chegará às salas dos Estados Unidos no Natal, fez as declarações em uma entrevista à revista "Esquire".

 

Ritchie não deixou dúvidas sobre a grande admiração por Madonna, com quem foi casado por sete anos, e afirmou que ela continuará sendo a rainha do pop, apesar das tentativas de aspirantes mais jovens.

 

"Eu ainda a amo, mas ela é retardada", disse na entrevista. "Quero deixar tudo bem entendido. Ela faz com que as coisas aconteçam. Põe a Madonna com qualquer jovem de 23 anos e ela trabalhará mais, dançará melhor e atuará melhor que qualquer uma", complementou com elogios Ritchie.

 

Segundo a revista "People", isso não é suficiente para que Ritchie inclua canções de sua ex-mulher no repertório de seu iPod.

 

O cineasta, de 41 anos, contou na entrevista que sempre viu Madonna como sua esposa, não como uma celebridade.

 

"Quando vinha a Londres, era uma londrina a mais. Ninguém a incomodava. Não importava quem era. Era minha esposa", comentou o diretor.

 

Ritchie também comentou sobre a escolha de Madonna como protagonista do filme "Swept Away" (Destino Insólito), de 2002, fracasso de crítica e público.

 

"O filme não é acessível a todo mundo, e há uma confusão porque a Madonna é a atriz", afirmou.

Tudo o que sabemos sobre:
MadonnaGuy Ritchie

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.