Guia apresenta o Oscar das salas de cinema de SP

Se você foi ao cinema recentemente e viu alguém contando passos da primeira fila até a tela, experimentando diferentes lugares da sala ou medindo a largura do braço da poltrona, não era um arquiteto excêntrico entediado com o filme em cartaz. Era a equipe do Guia do Estado. Pelo terceiro ano, o Guia vasculhou os cinemas da cidade reparando em cada detalhe, sofrendo com poltronas incômodas e assistindo ao mesmo filme repetidamente - um dos repórteres viu ?Uma Noite no Museu? três vezes, uma delas na versão dublada. O resultado, além de uma esperada aversão a pipoca, é este: uma avaliação completa do circuito paulistano, com o melhor (e o pior) das salas, poltronas e até das bombonnières.E o que constatamos? Que os exibidores se mexeram no último ano - e que vão se mexer mais ainda ao longo deste. Boas novidades surgiram, agradando ao público e deixando claro que alguns cinemas estão acomodados.A rede que mais investiu foi a gigante Cinemark, que apostou em novos serviços e em equipamentos modernos. Após abrir um elegante complexo no Iguatemi, deu vida nova ao Eldorado em 2006, trazendo o primeiro projetor digital do país atestado pelos grandes estúdios de Hollywood. Para este ano, promete ainda mais barulho (ops, menos durante as sessões) com um conceito polêmico, o das salas de luxo, que terão garçom, 80 lugares no máximo e poltronas que lembram assentos de primeira classe em avião. Como depende do plano de expansão do shopping Paulista, o projeto fica para o segundo semestre.No ano que vem, com a inauguração dos shoppings Cidade Jardim e Metrô Tatuapé 2, a Cinemark terá outros dois complexos. Mas a prioridade é modernizar os existentes. ?Já adotamos lugares marcados e tiramos o vidro e os microfones das bilheterias?, explica a diretora de marketing Adriana Cacace. O próximo a entrar no padrão será o Market Place.Outra que fará mudanças é a UCI, que pretende incrementar as áreas de bonbonnière no Jardim Sul e no Anália Franco. Vai servir até nachos. Além disso, também cogita investir em salas de luxo. ?Isso existe no mundo todo?, diz a gerente de marketing Monica Portella. ?Só sala confortável não basta?. Um novo UCI, com oito salas, será aberto no novo shopping Santana Parque, cuja inauguração está prevista para o fim do ano.A Playarte também tem uma agenda cheia. O shopping Plaza Sul dedicou uma nova ala para o complexo, que começa a funcionar em março. E o shopping Ibirapuera abrigará, no fim do ano, dez novas salas. Até a lendária reforma do Marabá deve sair do papel, no meio do ano.Já Adhemar Oliveira, sócio do Espaço Unibanco e Unibanco Arteplex, promete para setembro a primeira sala Imax do país. Sucesso em todo mundo, é aquela com tela gigante que exibe filmes em 3D. Faz parte do cinema que Oliveira vai abrir em setembro no reformado shopping Bourbon. ?Passei sete anos conversando com o representante da Imax?, conta Oliveira. ?É um cinema diferente que mistura parque de diversão com sala de aula?. Enquanto você lê os resultados, nós vamos nos preparando para o Oscar das salas de cinema do ano que vem.. Melhor cinema . Melhor sala . Melhor poltrona . Outros oscars . O melhor e o pior . Atrás de mim! . Os artistas . Eu vi antes! . Pequenas superproduções

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.