"Guerra nas Estrelas" ganha festival de versões

Depois de uma série de ameaças de processos na Justiça por uso indevido da imagem de sua franquia Guerra nas Estrelas, o diretor George Lucas resolveu ser parceiro criativo dos fãs que iria levar aos tribunais. Ocineasta criou o Star Wars Fan Film Awards, um festival decinema independente que vai premiar os melhores projetos dediretores novatos baseados nos filmes da franquia.Os aspirantes a cavaleiros Jedi tinham trocado recentemente seussabres de luz por câmeras de vídeo digital. Surgiram vários projetosbaseados em Guerra nas Estrelas, principalmente naInternet. Até fitas com uma nova edição para Episódio 1: AAmeaça Fantasma circularam em Hollywood. Os projetos amadoresforam tantos desde o filme de 1999 que foi criada a Star Wars Fan Film Network, no web site www.starwars.atomfilms.com, da AtomShockwave.Mais de cem projetos foram apresentados e cerca de uma dúziachegou a ser colocada no ar, inclusive o cult Star WarsGangsta Rap. O desenho animado foi escolhido como a melhorcomédia online do ano passado por um suplemento especial darevista americana Time. Com o aval de Lucas, a AtomShockwaveespera conseguir pelo menos 100 inscrições para o novo festival.A publicidade em torno do lançamento do novo filme da série,Episódio 2: O Ataque dos Clones, em maio deste ano, deveajudar na divulgação do evento.A AtomFilms aceita as inscrições de projetos de animação ou comelenco de verdade. Não podem ser inscritos filmes com umconteúdo mais adulto. Não é possível usar nada com direitosautorais relacionados com a série (como cenas dos filmes, porexemplo). Efeitos especiais de som, no entanto, estão dispoíveispela Lucasfilm em um kit na página da Internet. As inscrições vão até 5 de abril e os finalistas vão ser colocados no ar mensalmente. Fãs podem votar nos melhores filmes mas os vencedores serão escolhidos pela Lucasfilm. Os vencedores serão anunciados na convenção Star Wars Celebration II, que vai de 3 a 5 de maio, em Indianápolis, Indiana.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.