Gramado barra documentário sobre Paulinho da Viola

Paulinho da Viola - Meu Tempo É Hoje, de Izabel Jaguaribe, não vai mais concorrer na seção de documentários do Festival de Gramado, que começa no dia 18. Foi substituído por O Risco, Lúcio Costa e a Utopia Moderna, de Geraldo Motta Filho.Em resposta a consulta do Estado, a Assessoria de Imprensa de Gramado afirmou que o filme Paulinho da Viola foi excluído da competição "porque ele já foi exibido comercialmente e o Festival dá preferência para produções inéditas nos cinemas nacionais". Meu Tempo É Hoje já está em cartaz no circuito carioca desde o final de julho e estréia em São Paulo amanhã.O Risco, Lúcio Costa e a Utopia Moderna vai disputar o prêmio de Gramado com os longas À Margem da Imagem, de Evaldo Mocarzel, O Prisioneiro da Grade de Ferro, de Paulo Sacramento, e Recife - Sevilha: João Cabral de Melo Neto, de Bebeto Abrantes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.